Embora aqui você encontre todas as aplicações de inúmeras plantas, além das diversas maneiras de utilizá-las, lembre-se de que tudo deve ser usado com moderação e preferencialmente sob os cuidados e indicações de um profissional especializado. Não se arrisque inutilmente, tentando a auto-medicação.



(Fontes: "A Flora Nacional na Medicina Doméstica" (Prof. A. Balbach);
"Saúde pelas Plantas" (Eliza S. Biazzi), sites diversos)








MELÃO DE SÃO CAETANO


Considerado anti-reumático, febrífugo, vermífugo e usado também nos casos de menstruação difícil, leucorréia, cólicas, diabetes, afecções do fígado e como purgativo. Usa-se a folha, por infusão.


MELISSA


Considerada eficaz como estomáquico, antiflatulento, estimula a produção de bílis. É muito empregada nas perturbações gástricas, crises nervosas. Seu óleo essencial é usado no combate à depressão, nervosismo, náuseas, palpitações, herpes, cólica menstrual, candidíase, cansaço mental. Como floral, é indicada "para os momentos nos quais seja necessário retomar o fio da meada em relação aos nossos problemas internos. Essa flor funciona como uma lupa, ampliando a nossa capacidade de visualização e dimensionamento dos mesmos, fazendo-nos atuar sobre eles". Usa-se a folha, por infusão ou maceração.


METRASTO


Usada como floral, "essa flor limpa o Eu, trazendo à consciência a manifestação pura dos sentimentos, fortalecendo-os. Ideal para aqueles que, não confiando nos seus próprios sentimentos, não lhes conseguem dar o devido valor e perdem a oportunidade de contatar novos amigos e situações agradáveis". Seu chá, preparado com a planta toda, por infusão, é usado contra cólicas menstruais, cólicas produzidas por gases, diarréias, reumatismo. Consumida em altas doses e por longos períodos de tempo, pode levar à hipertensão arterial. É inadequada para água do chimarrão e contra-indicada para diabéticos.


MENTRUZ


Tido como estomáquico, expectorante e depurativo.


MERU


Também conhecido como "periquito", tem propriedades emenagogas e serve para curar a histeria. Em banhos, combate as dores reumáticas e paralisias. Usa-se a folha, por infusão.


MIL EM RAMA


Chamada de "milefólio" ou "erva do carpinteiro", é tida como eficaz contra adinamia, adstrição e debilidade do estômago, cãimbras, catarros, cólicas, debilidade da bexiga, debilidade dos nervos, diarréia, dispepsia, enfermidades do fígado e dos rins, escarlatina, escarros e vômitos sangüíneos, febres intestinais, febre intermitente, gota, hemorragias, hemorróidas, incontinência urinária, pleuris, regras abundantes ou escassas, resfriados, insônia, mucosidade do intestino, mucosidade do peito, ventosidades. Exteriormente, é usada em forma de loção, fomentação ou cataplasma, no combate a tumores, feridas, golpes, contusões, queimaduras, afecções da pele, sarna, psoríase, eczema, manchas. As folhas e flores, secas e em pó, pulverizadas sobre feridas velhas, são cicatrizantes. Usa-se toda a planta, por infusão.


MIL FOLHAS


Planta apontada como antiespasmódica, adstringente, cicatrizante, depurativa, anti-hemorroidal, eficaz no combate gases no estômago e intestino, urina solta, diarréia, cólicas, febre intestinal, hemorróidas, ulcerações, tem ação calmante, tônica, depurativa. Em uso externo, tem ação anti-hemorrágica, cicatrizante, anti-inflamatória. Usada como floral, é indicada para "os casos em que traumas ou experiências consideradas vegetativas bloqueiam muito o desenvolvimento natural da vida em todos os sentidos. Esse desbloqueio se dá através do meridiano cardíaco, no qual moram os sentimentos profundos e verdadeiros, limpando-os e espargindo essa energia purificadora para toda a aura". Suas folhas ou flores são preparadas por infusão. Não deve ser usada durante a gravidez e nem por crianças, por período prolongado.


MIL HOMENS


É considerado estimulante, tônico, diurético, e usado na amenorréia, convulsões e estimulante das funções digestivas.


MINERVA


Sua raiz, preparada por decocção, é usada contra estomatites e aftas.


MUIRAPIXUNA


Também conhecida como "catingueira", suas folhas, preparadas por infusão, são úteis contra diarréias. As flores, também preparadas por infusão, são indicadas no combate às bronquites.


MUIRAPUAMA


Suas hastes e as raízes de plantas novas, preparadas por infusão, são indicadas em casos de astenias, ataxia locomotora, reumatismo crônico, paralisia parcial, gripes, impotência, debilidade. Preparada por decocção e usada em banhos e fricções, é eficaz contra o beribéria e a paralisia. Em loções, é eficaz contra a queda do cabelo.


MULUNGU


Planta tida como hipnótico e sedativo de ação suave, acalma o sistema nervoso combatendo a histeria e a insônia, além das dores reumáticas, indicado contra as tosses nervosas, agitações, dores musculares e doenças do fígado. Usa-se a casca, por decocção.


MURICI CASCUDO


Também chamado de "murici rasteiro" ou "orelha de veado", é tido como emético, diurético, antifebril e purgativo. Usa-se toda a planta, preparada por infusão.


MURICI DA MATA


Sua casca, preparada por infusão, é febrífuga, adstringente, tônica e eficaz no combate à tuberculose.


MURICI DO CAMPO


Sua casca é antifebril, adstringente e tônica. Prepara-se por infusão.


MURICI VERMELHO


Sua casca e fruto, preparados por infusão, são adstringentes e usados contra diarréias e disenterias.


MURTA


O chá de suas folhas, preparado por decocção, é utilizado no combate à debilidade orgânica, tendo ação expectorante e adstringente.


MURTA CULTIVADA


Também chamada de "murta vulgar" ou "mirto", a casca dos ramos novos e as folhas são usadas como adstringente, tônico e estimulante. As bagas são tônicas, vulnerárias e sudoríficas. As folhas secas e reduzidas a pó são aplicadas sobre o umbigo de recém-nascidos, como cicatrizante após a queda do cordão umbilical. Em banhos, é tida como excelente contra anemia, neurastenia, enfermidades reumáticas e elefantíase. Usa-se por infusão.


MURTA DE CHEIRO


Conhecida também como "jasmim laranja" ou "bucho da China", sua casca e folhas, preparadas por decocção, são estimulantes, tônicas e adstringentes.


MURU


É tida como diurética. Também chamada de "caeté" e "chique chique".


MURUPITÁ


Chamada de "curupitá", "tapuru" ou "pau de bicho", seu látex é usado contra úlceras, ingurgitamentos ganglionares e picadas de arraia. É cáustico. Suas folhas são usadas contra sarna. Os frutos são venenosos.


MURURÉ


Seu látex é depurativo, anti-sifilítico e estimulante dos sistemas nervoso e muscular. É indicado contra reumatismo de origem sifilítica e em certos casos de lepra. Sua seiva deve ser bastante diluída em chás de outras plantas de virtudes semelhantes.


MURURÉ REDONDINHO


Suas folhas, preparadas por infusão, são usadas contra disenterias e hemorróidas, por serem adstringentes.


MUSSAMBÉ BRANCO


Suas folhas, preparadas por decocção, são usadas contra hérnia. Em banhos de assento, é usado contra hemorróidas.


MUSSAMBÉ DE ESPINHOS


Também chamado de "mussambé de sete folhas" ou "bredo fedorento", suas folhas, preparadas por infusão, são estomáquicas e estimulantes do aparelho digestivo, sendo empregadas ainda contra blenorragia, leucorréia. Externamente, agem como vulnerárias nas feridas e chagas. Também são usadas para reduzir orquites. O sumo é usado em otites supuradas.


MUTAMBA


Apontada como de efeito sudorífero, eficaz contra afecções do fígado, tosses, bronquites, asma. Utilizada em banhos, ajuda a cicatrizar feridas e úlceras. Suas cascas são usadas por decocção.












Tocando: The Memory of Trees - Enya